5 Mitos sobre o Wordpress

Existe um certo preconceito quando se fala em WordPress, a associação a temas prontos e pesados, falta de segurança e dificuldade de indexar o site no Google são os principais questionamentos. Deixo aqui 4 mitos sobre o CMS mais utilizado no mundo.

#1. WordPress não é seguro?

É relativo, nenhum sistema é perfeito e totalmente seguro. Mas de certa forma, o WordPress é mais visado por conta da popularidade e infelizmente pela falta de atenção de quem desenvolve.
Brechas deixadas durante a instalação e desenvolvimento, podem facilitar a invasão por hackers, por isso é importante manter as atualizações sempre em dia, não usar plug-ins e temas piratas, usar senhas fortes e aplicar outros fatores que aumentam a segurança. Isso vale para qualquer plataforma ou sistema.

#2.WordPress não é indicado para grandes empresas?

Mito! O WordPress representa mais de 35% de todos os sites da internet, e cada vez mais empresas buscam o WordPress por diversos motivos, principalmente pela facilidade em gerenciar conteúdos. Posso citar aqui alguns sites feitos com WordPress, olha só as empresas/instituições:
– Rock in Rio
– Serasa
– TV Gazeta
– Icasei
– Toyota
– Editora Abril
– Veja
– Sony Music
– The New York Times

A lista é grande, então paro por aqui…

#3. WordPress não serve para E-commerce?

Mito! Sabemos que o WordPress não foi planejado para e-commerce, assim como inicialmente não foi planejado para sites, mas para blogs.
Existem plug-ins capazes de transformar o WordPress em uma plataforma de e-commerce confiável e funcional, o Woocommerce por exemplo.

Basta configurar e customizar, ai entra as questões de segurança que citei no primeiro item acima e agregar outros fatores para transformar o WordPress em um perfeito E-commerce.

Lojas que utilizam Woocommerce no WordPress:
Taylor Swift Store
VestCasa
SóCoco
TWS Tintas
Revista Bichos S/A
Moka Clube

#4. Sites feitos em WordPress são lentos?

Mito! Porém para não ter problemas de lentidão e engasgos, é necessário uma boa hospedagem (se possível dedicada a WordPress), não adianta querer um site robusto cheio de conteúdo rodando dentro e um plano de hospedagem de R$ 9,90.

Vale também aplicar boas práticas durante o desenvolvimento, como uso de imagens otimizadas, cache, evitar uso excessivo de recursos e plugins.
É muito importante manter a versão do WP atualizada e isso vale também para os plug-ins.

#5. Sites em WordPress são mais difíceis de indexar no Google (SEO)

Outro mito! Existem diversos plug-ins encarregados de cuidar do SEO do site, o mais conhecido deles é o YoastSeo.
Não existe nenhum bloqueio ou barreira que impeça que um bom trabalho de SEO seja feito, além disso, é possível incluir tags de acompanhamento e conversão diretamente no código, sem a necessidade de plug-ins.

Atualmente o WordPress está presente em 100% de todos os sites que entregamos, posso dizer com total certeza, vale muito a pena.
Precisa de um site profissional com entrega rápida, qualidade, suporte diferenciado e que você mesmo (a) pode gerenciar sem dificuldades?

Verifique nossos planos para criação de site, ou se desejar solicite um orçamento sob medida, clique aqui e confira agora mesmo.

Este artigo pode ser interessante para alguém que você conhece, compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp